CATEGORIAS
Administrativo
Civil
Clássicos Jurídicos
Comercial e Empresarial
Constitucional
Difusos e Coletivos
História/IED/Ética
Internacional
Penal
Processo Civil
Processo Penal
Trabalho e Previdência
Tributário
Veja Mais
  • RT NEWS

Decretada prisão de PM suspeito de omitir socorro ao coordenador do grupo AfroReggae

 


O secretário de Segurança Pública do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame, ordenou na última sexta-feira (29/7) a prisão preventiva por 30 dias do capitão da Polícia Militar Dennys Leonard Nogueira Bizarro, suspeito de omitir socorro ao coordenador social do grupo AfroReggae, Evandro João Silva, 42.
Silva foi morto após ser assaltado, em outubro de 2009, no centro do Rio.
A decisão do secretário foi motivada pela conclusão de um processo da CGU (Corregedoria Geral Unificada), que discordou da CGM (Corregedoria Geral Militar) –a CGM optou pelo arquivamento do caso. A CGU acusa Bizarro de prevaricação (crime cometido por funcionário público quando deixa de cumprir suas funções por interesse próprio ou má fé).



Na época do crime, câmeras de segurança registraram a presença de dois policiais militares pouco após a ocorrência do crime. Eles chegaram a abordar os dois assaltantes, mas os liberaram depois de pegarem um par de tênis e uma jaqueta de Evandro. As imagens também mostram que os PMs não prestaram socorro à vítima, caída na calçada com um tiro no umbigo.
Também envolvido no caso, o cabo Marcos de Oliveira Sales terá sua conduta avaliada pelo comandante da PM, coronel Mário Sérgio Duarte, na quinta-feira (4/8).
Não foi divulgado quando Bizarro começará a cumprir a pena.



A Folha não conseguiu contato com os PMs.



Fonte:
Folha
 

Voltar